Bagagens

Estive tão amargo. De novo, nada trago. Trago velhos contos e alguns versos prontos. Na saudade trago ela Sem falar o quão bela Faz esquecer a amargura Pra toda tristeza tem cura Trago comigo um livro, do qual eu não me privo de ler quantas vezes quiser. Levo comigo onde estiver. Comigo trago histórias, do… Continue lendo Bagagens

Des-fruta

Se tu flor embora, peço-te: não demora, pois vida é agora e a morte não flora. Se estás solzinho, peço-te, com carinho: esquenta teu ninho, que sol passarinho. Se tu me amoras não deixe-me de fora. Não deita, nem chora. Des-fruta do amor, é hora.